Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A vida é bonita.

A vida é bonita. É bonita, mesmo quando não a conseguimos ver assim.

A vida é bonita.

A vida é bonita. É bonita, mesmo quando não a conseguimos ver assim.

Sinceridade

A minha essência é a verdade, eu sou aquilo que vês.

Se gosto tu sabes que gosto, se não gosto tu sabes que não gosto, se faço tu sabes que faço, se não faço tu também o sabes.

 

Quem convive comigo no dia-a-dia Vê-me, mas nem sempre acredita que está a ver o real, porque ninguém é assim.

Simultaneamente sou muito reservada o que parece uma contradição, mas não é.

 

Tenho tido dificuldade em escrever aqui, porque me apetece dizer tudo o que sinto sem elaborações.

Há momentos de impulsividade em que digo: vou escrever e quero lá saber! Mas há algo a travar-me:

- Espera lá! Acalma-te!. Os "teus tesouros" são teus e isto é um blog público.

 

Gostaria de escrever sem me expôr muito, mas nesta altura é algo que não me entusiasma. Apetece-me uma escrita tão rápida quanto os meus dedos conseguirem acompanhar o meu sentir e o meu pensar. Quero escrever o momento e se não tenho um caderno ou o computador por perto então esse momento escrito perdeu-se. Mais tarde, o pensamento já é outro o sentimento é outro logo não tenho vontade de relatar algo que já foi, que já não é.

 

Enfim! Isto deve passar... talvez passe. Tem de passar.