Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A vida é bonita.

A vida é bonita. É bonita, mesmo quando não a conseguimos ver assim.

A vida é bonita.

A vida é bonita. É bonita, mesmo quando não a conseguimos ver assim.

Dei uma espreitadela...

... pelas publicações dos blogs subscritos. É o que faço, por norma, sempre que estou algum tempo fora do que por aqui se passa. E ao passear por esses "escritórios" apercebo-me de como tudo tem mudado.  Suponho que muitos blogs que por aqui aparecem e desaparecem tem um papel importante em determinada fase da vida dessas pessoas, mas todos nós abandonamos interesses de outrora para dar lugar a  novos projectos ou nos socorremos de um espaço e de um tempo para reflectir ou expurgar dores.

A casa

As paredes de uma vida, neste caso das nossas vidas desapareceram. Há poucos dias estavam lá e repentinamente deixaram de estar. Para quem teve o trabalho de as deitar a baixo, certamente tudo aconteceu de forma mais lenta, com esforço e suor.

A casa vai ser arranjada. Estava em péssimas condições de habitabilidade e só não digo inabitável, porque houve a necessidade lá viver mesmo com todo o desconforto da humidade, da chuva que entrava pelo telhado, do lixo que caía pelas frestas do tecto de madeira, (...)

A vida  são emoções e uma casa tem tantas histórias de vida entranhadas em cada um dos seus recantos.

Nostálgico e chocante é o fim de mais um livro da história de uma família. E porque a vida continua, uma nova história emerge.