Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A vida é bonita.

A vida é bonita. É bonita, mesmo quando não a conseguimos ver assim.

A vida é bonita.

A vida é bonita. É bonita, mesmo quando não a conseguimos ver assim.

Beleza traiçoeira

Esta podia ser apenas uma história, mas não é. É uma história verídica,  por isso mesmo e por respeito à privacidade da pessoa em questão, terá de ser breve e com poucos pormenores.

 

Conheço a mais bela mulher que já vi na minha vida, e falo de uma grande beleza física natural, sem qualquer produção, aliada a uma beleza interior inexplicável.

 

O que sempre me deslumbrou nesta Bela Mulher, a seguir à sua beleza física, à qual é impossível ficar indiferente, foi constatar a sua humildade, bondade e sabedoria. Como é possível existir alguém assim!?

 

Ninguém fica indiferente à sua beleza.  Quando passa, os homens não resistem a olhar de forma fixa, as mulheres, por norma, tentam olhar disfarçadamente. Quando alguém fala directamente com ela, nas situações mais simples do seu dia-a-dia, como por exemplo o senhor ou a senhora que toma nota do seu pedido numa pastelaria, fica enfeitiçado(a) pelos seus lindos olhos azuis, dos quais tem dificuldade em desviar o olhar.

 

O seu sorriso perfeito, a sua simpatia, delicadeza e educação cativam. Não, não é uma Deusa! É real! Existe e eu não estou a exagerar em nada.

 

É engraçado assistir ao constante elogio, por parte de desconhecidos(as), que talvez por respeito, elogiam sempre os seus olhos pedindo desculpa pelo atrevimento, ou mesmo por a olharem fixamente.

 

... mas a beleza pode ser traiçoeira....

Ninguém diz que esta Bela Mulher, tem tido uma vida muito sofrida, com muita tristeza e algumas tragédias, porque ela continua a sorrir, a dar atenção e a ajudar quem a rodeia.

 

Desde muito jovem que sofre as consequências da sua beleza aliada à sua bondade. Foi sempre traída pelas irmãs, até perceber que tinha de se afastar daquelas que sempre amou.

Aquela que julgou ser a sua melhor amiga, durante dezenas de anos, afinal sempre foi uma falsa amiga, que sempre a prejudicou.

 

Muito cobiçada pelos homens e invejada pelas mulheres, sempre foi vítima dessa inveja associada a muita maldade. Não tenho o direito de continuar... É tudo o que vos posso contar. Esta história não é minha, e tenho pena de ter de ficar por aqui,  pois gostaria de vos poder dar a conhecer a grandeza desta mulher fascinante.

 

Lamento imenso o seu sofrimento, mas lamento mais ainda a inveja e maldade do ser humano.

 

13 comentários

Comentar post